Como a logística pode ajudar a controlar a crise?

Descubra Como Driblar A Crise No Transporte De Cargas Usando Logística

A crise financeira do país é uma realidade. O índice de desemprego é o maior da história, atingindo a quase 13 milhões de brasileiros. Esse cenário não é diferente nos transportes. Juros altos, inflação, perda do poder de compra e dificuldade de crédito são apenas alguns sinais de que a economia não vai bem, o que reflete diretamente na estagnação do crescimento das empresas. Mas, o que as empresas estão descobrindo é que a logística pode ajudar a controlar a crise financeira em diversos setores, inclusive de transportes.
Se você está com dificuldade de alavancar a sua empresa de transportes saiba que você não está sozinho. A Systemsat preparou esse artigo para mostrar a você como a logística pode ajudar a controlar a crise financeira nas empresas de transporte e que, com uma logística bem feita, é possível contribuir para que esse mercado volte a crescer.

Panorama geral da crise dos transportes no Brasil

Um dos maiores gargalos de logística no Brasil é, sem dúvida, a precariedade de suas malhas de escoamento da produção. Por possuir um território muito amplo, com condições climáticas diversas, o país deveria possuir redes de transporte também diversas, adaptadas para os diferentes tipos de cargas. Mas, como bem sabemos, não é isso que acontece. Nossa rede hidroviária é, praticamente, inexistente. A malha ferroviária, que outrora foi caminho para o comércio nacional, não funciona e as rodovias, que são as mais utilizadas, possuem condições precárias, com áreas intransitáveis.
Prova disso é a situação dos caminhoneiros que precisam passar pela BR 163, que liga o Pará ao Mato Grosso. A estrada não possui asfaltamento adequado e se transforma em atoleiros, que deixam motoristas presos por dias com suas cargas.
De acordo com o Ministério dos Transportes, desde que a crise nos transportes começou, em meados de 2014, pelo menos 12 mil trabalhadores do setor já perderam seus empregos. Investimentos do setor, aliados a planos de logística bem pensados, podem ser a solução para reverter a crise e fazer com que o setor de transportes volte a crescer, movimentar a economia e gerar empregos.
No final de 2016, o Governo Federal estabeleceu 3 grandes medidas para reverter a crise nos transportes. São elas:

– Programa de Parceria de Investimentos (PPI): visa reconquistar a confiança dos investidores da iniciativa privada, a fim de desburocratizar os processos internos. A intenção é abrir a concessão de rodovias, portos, aeroportos e ferrovias por meio de leilões;

– Programa Renovação das Frotas: tem por objetivo oferecer incentivos aos gerenciadores de frotas, para que troquem os veículos antigos por modelos novos. Essa troca, segundo a Confederação Nacional dos Transportes, poderá gerar 285 mil empregos, arrecadar R$18 bilhões em impostos, reduzir em 18% o consumo de combustíveis e contribuir para a redução da emissão de gases poluentes na atmosfera;

– atrair investimentos estrangeiros, principalmente para a infraestrutura, a fim de retomar a confiança do mercado externo.

Por que a logística pode ajudar a controlar a crise nos transportes?

Se praticada da forma correta, a logística pode ajudar a controlar a crise nas empresas do setor de transportes, gerando impactos positivos no negócio e favorecendo o crescimento do mercado. A seguir, veja 3 razões que fazem da logística um remédio potente contra a crise para as empresas que possuem frotas de veículos.

Logística melhorada leva a uma redução de custos

Por meio de processos logísticos feitos de maneira adequada, é possível reduzir significativamente os gastos da empresa, principalmente com combustível. O uso de soluções tecnológicas, como um sistema de rastreamento veicular, podem gerar impactos positivos, porque tornam a logística mais barata, eficiente e prática. Assim, a logística pode ajudar a controlar a crise por meio da redução de custos trazida pelo desenvolvimento de processos mais eficazes.

Há uma otimização de processos

Utilizar boas práticas de logísticas faz com que o ato de levar o produto da empresa até o cliente seja melhor, mais rápido e mais assertivo. Dessa forma, há um aumento na qualidade, que está diretamente ligado à diminuição dos custos em geral e otimização dos processos, que passam a ser facilitados e, consequentemente, mais baratos.

Aumento no índice de satisfação dos clientes

A satisfação dos clientes é a porta para o aumento de rendimentos. Isso se deve, principalmente, ao fato de que clientes satisfeitos acabam se fidelizando e as chances de voltarem a fazer negócios com a sua empresa são muito grandes. Dessa forma, a logística pode ajudar a controlar a crise por meio de estratégias de entregas mais rápidas, sem avarias, mais baratas e mais flexíveis. Clientes fidelizados, mesmo que não proporcionem grande crescimento, ajudam a fazer com que a empresa se mantenha estável, mesmo em tempos de crise.

Setor de transportes: a logística pode ajudar a controlar a crise?

4 maneiras de usar a logística a seu favor durante a crise de transportes

Busque uma competição de maneira saudável

A competitividade de mercado sempre foi uma alavanca para a melhoria dos serviços e redução de preços. Essa competição se torna ainda mais efetiva em tempos de crise. Busque alternativas para tornar a frota da sua empresa melhor e com um diferencial dos concorrentes. Uma solução pode ser a maior agilidade, por meio de sistemas de rastreamento, que podem auxiliar os motoristas na estrada em casos de acidentes.

Pense em alterar a localização do galpão

A localização também é uma grande influenciadora na hora de descobrir como a logística pode ajudar a controlar a crise. Pense se o galpão da sua frota está localizado em uma região de fácil acesso, com fluxo menos intenso de trânsito e com possibilidades variadas de rotas, principalmente para os locais com maior demanda. Se não estiver, essa é a melhor hora para alterar a localização da sua empresa, uma vez que os galpões de serviços estão com valores de aluguel abaixo da tabela.

Faça uso de softwares de gestão das rotas

Já dizia o ditado popular que tempo é dinheiro. Esse valor é ainda maior nas empresas de transporte. A agilidade, além de ser vista com bons olhos pelos clientes, faz com que mais serviços de entrega sejam executados em menos tempo. Uma maneira de se certificar de que a logística pode ajudar a controlar a crise nas empresas de transporte é fazer o uso de um sistema de rastreamento, para encontrar as melhores rotas de entregas, além de monitorar todas as atividades do veículo enquanto realiza a entrega. Esses sistemas, por meio de um software de rastreamento, permitem a comunicação da central de rastreamento diretamente com o motorista, a fim de encontrar soluções rápidas para qualquer imprevisto que possa acontecer na estrada.

Se você entendeu como a logística pode ajudar a controlar a crise nos transportes que vem assolando o mercado nacional, conte com a Systemsat para montar uma central de rastreamento e tornar os processos logísticos da sua empresa muito mais eficientes. Entre em contato conosco e conheça todas as nossas soluções em monitoramento e rastreamento!